Petar

Petar fica em São Paulo, pertinho de Curitiba, umas 4 horas de viagem de carro.
Você pode fazer a visitação em um Final de Semana e dormir em uma das pousadas próximas das Cavernas
Chegando no local, existe uma portaria para identificação e contratação de um guia local.
Contrate um guia antes para pagar mais barato ou contrate na hora por um custo de $ 150,00.
O custo do guia varia de acordo com o número de pessoas.

Existem mais de 350 cavernas no local, porem pode visitar apenas 12 cavernas.
O Guia vai te dar um capacete com lanterna de cabeça para sua segurança.

Ainda sim recomenda-se que leve uma lanterna a mais para visualizar a beleza do local.

Escolha visitar um dos núcleos:

Núcleo Caboclos

Localização:
Acesso no Km 294 da Rodovia SP – 250 (26 km de Apiaí ou 37 km de Guapiara), segue-se por 17 km pela Estrada do Espírito Santo (estrada de chão) até a base do Núcleo.

Atividades para fazer em Caboclos:

Visita em Cavernas e Cachoeiras;
Caminhadas (curta, média e longa duração);
Camping;
Lazer e Recreação;
Atividades de Educação Ambiental.

Atrativos:

Trilha do Chapéu: Percurso com cerca de 600 metros, acesso às cavernas: Chapéu Mirim I e II, Aranhas (galeria de rio) e Chapéu – circuito de cerca de 200 metros em ampla galeria ornamentada;
Trilha do Maximiano: visita às cachoeiras Maximiano e Sete Reis;
Pedra do Chapéu – É um Monumento Geológico formado por granito e apoiado em um afloramento de rocha calcária. O nome faz jus à formação;
Cachoeira Maximiniano – Mesmo acesso da cachoeira Sete Reis, só que a caminhada desta vez é rio acima. Possui duas quedas a maior com 6 m e uma piscina natural

O Núcleo Caboclos está à cerca de 75 km do Núcleo de Santana (principal núcleo do PETAR).

Núcleo Casa de Pedra

O núcleo possui portaria, mas não é cobrado ingressos.

A visitação no interior da Caverna Casa de Pedra está restrita até que seja implantado o Plano de Manejo Espeleológico do PETAR. Mas é permitido fazer a trilha de cerca de 3 horas até o seu pórtico.

Núcleo Ouro Grosso

Atrações:

Caverna do Ouro Grosso;
Caverna do Alambari de Baixo;
Piscina Natural do Rio Betari;
Casa de Farinha – museu tradicional;
Trilha da Figueira -200 metros – autoguiada

Núcleo Santana

Nele estão localizadas também as principais cavernas: Caverna de Santana, Caverna do Morro Preto, Caverna do Couto, Caverna da Água Suja e Caverna do Cafezal.

Além de várias cachoeiras: Cachoeira do Couto, Cachoeira das Andorinhas e Cachoeira do Betarizinho.

O acesso às cavernas é muito fácil. Sendo a Caverna da Água e Cafezal as mais distantes da base do núcleo, cerca de 40 minutos de caminhada pela Trilha do Rio Betari. Mas a trilha é um atrativo à parte (faz parte do Programa Trilhas de SP).

Para entrar no núcleo é cobrado uma taxa de R$ 12,00 por pessoa + taxa de R$ 6,00 por veículo. Não pagantes somente crianças abaixo de 12 anos de idade e visitantes acima dos 60 anos. Estudantes pagam meia entrada. Só é aceito pagamento em dinheiro (Real). Não são aceitos outras moedas ou pagamento em cheques.
Principais atrações:

Caverna de Santana;
Caverna do Morro Preto;
Caverna do Couto;
Caverna da Água Suja;
Caverna do Cafezal;
Cachoeira das Andorinhas;
Cachoeira do Betarizinho ou Beija Flor;
Cachoeira do Couto;
Trilha do Betari;
Piscina Natural do Betari;
Mirante da Santana;
Centro de Interação Ambiental.
Infraestrutura Turística:

Sanitários;
Quiosque dos guias e controle;
Portaria;
Estacionamento;
Centro de Interação Ambiental, com auditórios e sanitários.